Centro de Educação Socioambiental Mananciais da Serra

localização

41 3673-3310
Terça – Domingo: 9:00 – 17:30
Idade: a partir dos 9 anos
*O horário e os dias de abertura estão sujeitos a alterações. Por isso, antes de ir até o local, é importante entrar em contato e verificar se ele estará aberto!

 

Mais conhecido como CEAM, o centro fica
ficam junto ao Parque Estadual Pico do Marumbi,
na Serra do Mar, em Piraquara. O espaço tem
trilhas e atividades sobre educação ambiental.
Deslize a tela para conhecer melhor o espaço!


Inaugurado em 1997, o Centro de Educação Socioambiental Mananciais da Serra fica (CEAM) dentro de uma Floresta Ombrófila Mista junto à Barragem do Rio Cayuguava, uma área abriga as represas que serviram para o abastecimento de água da cidade de Curitiba, desde a primeira metade do século XX.

A região compõe uma Área de Proteção Ambiental (APA) e é considerada Área de Especial Interesse Turístico (AEIT) e reserva da biosfera da Mata Atlântica, incluída em tombamento da Serra do Mar. É um local incrível, com muitas riquezas naturais, materiais e culturais, formado por construções humanas no meio da floresta.

O CEAM possui m pequeno auditório, salas com exposições temáticas permanentes sobre o Patrimônio Natural e Histórico da Região, hortas, estufa e colmeias. Lá acontecem várias atividades bacanas de sensibilização e orientação ambiental, trabalhando temas relacionados à água, ao uso do solo, à importância da manutenção da mata ciliar, aos biomas, à sustentabilidade e à preservação das nascentes.


Ações educativas

Visitas orientadas | Cursos

O CEAM oferece visitas orientadas que envolvem o passeio em trilhas e também a participação de atividades cujo objetivo é sensibilizar, mobilizar e promover uma reflexão sobre a relação entre nós e o ambiente, internalizando conceitos e práticas sustentáveis.

Temas sugeridos:

– Biodiversidade

– Equilíbrio ambiental

– Recursos hídricos

– Bacias hidrográficas

– Mananciais

– Erosão

– Sustentabilidade

– Biomas

– Áreas de proteção ambiental

Orientações para visita

Pode fotografar?

Sim, mas não é interessante interagir com o local por meio da tela do celular. Tente encontrar um equilíbrio entre os registros e a vivência.

E se chover?

Você precisará reagendar a visita, infelizmente.

Se for em grupo, qual é o máximo de pessoas por visita?

40 Homo sapiens

Quanto dura a visita??

Normalmente das 9:00 às 16:00.

Os visitantes do CEAM participam de atividades que abordam práticas sustentáveis e a preservação dos recursos hídricos.

A área do Mirante das Águas e a trilha do Cayuguava é aberta à visitação pública de terça a domingo, já as visitas de grupos ao CEAM acontecem de terça a sexta-feira por meio de agendamento via e-mail. Os gestores do espaço recomendam a visita em período integral.

O objetivo do programa é sensibilizar os visitantes participantes quanto à importância da conservação ambiental, com enfoque especial nos recursos hídricos, demonstrar experiências de sustentabilidade vividas no cotidiano e refletir sobre elas, com o intuito de formar uma rede de multiplicadores, fortalecendo a prática socioambiental na escola e na comunidade.

As atividades desenvolvidas durante a visita são:

  • Recepção/Apresentação da equipe e dos visitantes;
  • Integração do grupo ao ambiente;
  • Atividades de percepção e sensibilização ambiental;
  • Práticas de sustentabilidade: horta orgânica, minhocário, meliponário, plantas medicinais;
  • Trilha de Interpretação Ambiental;
  • História do Saneamento no Paraná;
  • Conservação do Rio ao Rio;
  • Trilhas dos Mananciais da Serra.

Observações importantes:

  • As atividades serão coordenadas pelos educadores ambientais e estagiários da SANEPAR.
  • A programação mencionada poderá ser modificada conforme interesse do professor e faixa etária da turma, em acordo prévio com a equipe do CEAM.
  • O tempo de deslocamento é de aproximadamente 1 hora, tendo como base a distância entre o bairro Rebouças (Curitiba) e o CEAM (Piraquara).
  • A Barragem do Rio Cayuguava e seu entorno são unidades operacionais da Sanepar e fazem parte da Área de Proteção Ambiental – APA do Piraquara.

Observação importante: no CEAM os visitantes participarão de diversas atividades ao ar livre, inclusive farão uma trilha no meio da mata. Por isso, devem ir com roupas e calçados confortáveis (calçados fechados, com solas antiderrapantes) e levar protetor solar, repelente e boné ou chapéu. Para evitar problemas, leve mais uma muda de roupas e se mais pessoas te acompanharem oriente que façam o mesmo.

Uma das coisas mais legais em se ter em mente ao visitar esse local é o que ele representa e sua história. A água dos Mananciais da Serra abasteceram Curitiba até a década de 1940 e o sistema de captação do Carvalho é parte da área de preservação e também uma unidade operacional da SANEPAR, pois muitos rios que nascem nos Mananciais da Serra formam a barragem Piraquara I.

Hoje, as águas das represas do Carvalho servem para o uso da aldeia indígena Araça’í e alguns moradores da APA no município de Piraquara. Elas são mantidas pela Unidade de Serviço de Produção da Sanepar – USPD – e usadas para trabalhos de educação ambiental do Centro de Educação Ambiental Mananciais da Serra – CEAM. O local é aberto à visitação e pesquisa, mas há controle de acesso nos Mananciais da Serra e para chegar lá é preciso autorização do CEAM. Quer saber mais? Clique aqui!

Comentamos lá em cima que as salas do CEAM possuem exposições permanentes sobre o Patrimônio Natural e Histórico da região, a qual compõe uma Área de Proteção Ambiental (APA) e é considerada Área de Especial Interesse Turístico (AEIT) e reserva da biosfera da Mata Atlântica, incluída em tombamento da Serra do Mar. Essas informações são super importantes de conhecer antes de visitar o CEAM.

Patrimônio natural, patrimônio histórico, tombamento… afinal o que é tudo isso? Que intenção temos ao determinarmos que algumas paisagens e alguns bens materiais e imateriais, móveis e imóveis sejam considerados patrimônio da humanidade? E o tombamento, para que existe? A Serra do Mar é tombada, o que isso significa? Algumas árvores e construções de Curitiba também são tombadas? Quais será que são e por que são tombadas? (Ei, se quiser saber um pouco mais sobre O Patrimônio Natural no Brasil, dá uma olhadinha nesse documento!)

A cultura é o agente, a natureza o meio.

A paisagem cultural é o resultado.

Carl Sauer, 1929.

Além disso, o CEAM fica em uma APA. Afinal, o que é uma APA , quem são os responsáveis por criá-la e qual é a intenção de sua criação? Que outras APAs existem na região?

É importante entender a natureza do espaço que está sendo visitado e a linguagem que ele possui para disseminar o conhecimento. Pensar nessas coisas ajudar a instigar a curiosidade, incentiva a formulação de perguntas e também valoriza o ambiente, o respeito pelo trabalho realizado nesse local.

Sabemos que são infinitas as possibilidades de articulação de uma visita ao Centro de Educação Socioambiental Mananciais da Serra às atividades de sala de aula! A seguir, você pode conhecer um encaminhamento que preparamos abordando o tema água, mananciais e erosão! Se quiser fazer o download do arquivo, é só clicar aqui! Depois conte para nós o que achou! =)


E aí, já visitou o Centro de Educação Socioambiental Mananciais da Serra? O que achou? Tem alguma dica? Compartilhe com a gente!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.